Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro-BA, 48904-087

Projeto “Ponto e Vírgula” da PM capacita alunos e professores da escola Pedro Calmon.


A Polícia Militar, por meio da Ronda Escolar, realizou na manhã desta sexta-feira (13), a conclusão das atividades do “Projeto Ponto e Vírgula: uma Reflexão para a Vida” para sessenta e oito alunos do ensino médio do Colégio Pedro Calmon, localizado no Jardim Armação, no bairro Stiep. A iniciativa tem o objetivo de mobilizar a comunidade escolar para a importância do cuidado e atenção da saúde mental no intuito de prevenir a violência e a autoviolência no ambiente estudantil.

O projeto que completa o 2º ciclo de apresentação, conta a participação da capitã Carla Souza, chefe do Núcleo de Ensino Especializado da Ronda Escolar, do soldado Ney Cleber, gestor do projeto e do coordenador de estágios da UNIFACS, professor Diego Toloy, além de estagiários de psicologia da universidade. No período de três meses, a programação didática de aprendizado do programa inclui palestras, atividades práticas e teóricas, bem como discussões de temáticas focadas no suicídio, bullying, diversidade, depressão e autolesão.

A estudante do 2º ano médio, Isabela Cristina, 16 anos, disse que esse trabalho de conscientização já mudou o comportamento de vários colegas da escola. “Percebi que após as instruções estamos com um olhar mais sensível em relação aos colegas e amigos que já passaram ou vivenciaram algum problema social ou patológico. Devemos entender que as dificuldades existem para serem superadas. Não podemos desistir da vida, nosso bem mais precioso”, comentou a discente.

Durante o evento, o comandante da Ronda Escolar, major Adriano Chastinet, acompanhado da equipe de instrutores, entregou aos alunos concluintes os certificados de conclusão do projeto. Na oportunidade, o major Chastinet, falou sobre a importância do projeto para a comunidade estudantil baiana. “Nosso propósito é que vocês sejam multiplicadores e participem desse processo junto com a PM de ajudar e orientar àqueles que precisam. Parabéns a todos e sejam vitoriosos em suas escolhas”, destacou o comandante da Ronda Escolar.

Atualmente, o “Projeto Ponto e Vírgula”, já beneficiou mais de 600 alunos, em sete escolas públicas da capital baiana. A estimativa é que no próximo ano novas instituições de ensino sejam integradas ao programa.





Fonte: PMBA