“Quem acredita que me ajoelharei perante a tirania, não me conhece”, diz PM vetado por Rui



Impedido pelo governador Rui Costa (PT) de assumir um cargo na Secretaria Nacional de Cultura, do Governo Bolsonaro, o Capitão da PM-BA André Porciuncula voltou a se manifestar por meio de rede social.


“Entrei na polícia movido por um ideal de liberdade e justiça, irei permanecer nela enquanto esse ideal for possível”, iniciou André, na noite desta sexta-feira (18), em seu Twitter.


“Os que acreditam que me ajoelharei servilmente perante a tirania não me conhecem o suficiente, jamais desistirei da batalha por nossos valores”, acrescentou o policial militar.


Além de ter vetada a nomeação ao cargo federal, André Porciuncula também foi exonerado pelo governador Rui Costa (PT) do cargo de Comandante de Companhia.


Rui Costa tem evitado o assunto e terminou a semana sem explicar o motivo do veto ao PM baiano. Nesta sexta-feira (18), o governador foi questionado sobre o assunto, mas limitou-se a dizer que não responderia a Alexandre Aleluia (DEM).


A mobilização pelo nome de André na Secretaria de Fomento à Cultura envolveu o deputado estadual Eduardo Bolsonaro e até o presidente da República Jair Bolsonaro, que curtiu uma postagem de Aleluia no Twitter. O secretário nacional de Cultura, Mário Fritas, também se manifestou nas redes sociais.


Fonte: Política ao Vivo

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087