Reitor da UFBA diz que bloqueio no orçamento é 'injustificável' e promete tomar medidas.



O reitor da Universidade Federal da Bahia (Ufba), João Carlos Salles, disse, nesta terça-feira (30), que o bloqueio de 30% no orçamento da instituição pelo Ministério da Educação é 'injustificável' e prometeu tomar 'as medidas cabíveis'.

"É injustificável (a medida). Não parece ser justificável. Nós vamos tomar medidas cabíveis para reverter essa decisão. Vamos dialogar com o Ministério para entender as motivações, porque nós temos um desempenho acadêmico excelente. Temos ensino de qualidade, produção de conhecimento e relacionamento com a sociedade", declarou Salles, em entrevista ao Bahia Notícias. 

Salles evitou falar se tomará medidas judiciais contra a decisão do MEC. Também foi

cauteloso ao ser perguntado se havia retaliação ou cunho político no bloqueio do orçamento pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL). "Isso tem que ser dito pelo MEC. Estamos fazendo o nosso trabalho", pontuou.

Além da Ufba, o MEC bloqueou o orçamento da Universidade de Brasília (Unb) e da Universidade Federal Fluminense (UFF).




Fonte: Bahia Notícias

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087