Retomada a verdade, caso da fake news em Juazeiro foi resolvido em paz, depois da visita da PM

Atualizado: Jun 3


Comandante da 76ª CIPM visita família envolvida em denúncias de fake News e coloca um ponto final na polêmica. Pai de família estava sendo hostilizado e chamado de mentiroso, mas a Maj PM Ivana, em nome da PMBA, promoveu um encontro que comprova a verdadeira missão dessa valorosa instituição.

A data de ontem (30) foi muito importante para as redes sociais, pois, nesses tempos em que as fake news estão chamando tanto a atenção da população, a Polícia Militar tratou de resolver um problema que já estava causando muito burburinho desnecessário na internet.

Após a atuação da PM, na cidade de Juazeiro-Ba, na última terça-feira (26), quando fora solicitada para resolver uma briga familiar que já perturbava a ordem pública e incomodava alguns vizinhos, Reginaldo Francisco da Silva acusou, por meio de um vídeo, os membros da guarnição enviada para o trabalho de ter agredido o mesmo e à sua família, sem motivo justificável, depois, inclusive, de terem invadido sua residência.


Acontece que, quando a Comandante da 76ª CIPM, a Maj PM Ivana Almeida, tomou conhecimento do fato, cobrou, de imediato, uma apuração, convidando o Sr. Reginaldo a comparecer na sede da Companhia, momento em que, na última sexta-feira (29), o próprip Sr. Reginaldo declarou que nada daquilo postado no vídeo era verdade e que a motivação para aquela gravação fora por estar com problemas em casa, além de ter sido pressionado por pessoas que tinham outros interesses políticos.


Ontem (30), a Maj PM Ivana fez uma visita à família do Sr. Reginaldo, que declarou estar sendo muito hostilizado nas redes sociais, sendo chamado de mentiroso pela produção daquele vídeo inicial. A Comandante da 76ª CIPM, percebendo a aflição daquela família e entendendo a fraqueza do momento do Sr. Reginaldo, disse que não existe nenhuma mágoa por parte da corporação e que o principal é que tudo fora esclarecido pelo próprio Sr. Reginaldo, que demonstrou coragem ao declarar seu equívoco.

Esse exemplo serve para comprovar, na prática, o quanto a produção de uma fake news pode ser prejudicial para as pessoas. E a Maj PM Ivana aproveita para lembrar que, embora o tema Fake News esteja em tramitação no Congresso Nacional e sendo tratado em um inquérito no STF, nós, cidadãos de bem, somos os principais responsáveis pela disseminação de notícias falsas pela internet e que, se não alimentarmos essas práticas, os criadores dessas fake News “ficarão no vácuo” e poderão, até, acabar com essas práticas, muitas vezes, criminosas.


Assim sendo, todos os envolvidos decidiram por dar segmento às suas vidas, com mais uma boa lição que servirá, por muito tempo, para o aprendizado de todos que tomarem conhecimento dos fatos verdadeiros.

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro-BA, 48904-087