Tentativa de invasão da torcida da Ponte Preta a vestiário deixa sete policiais feridos.



A derrota para o Bragantino por 2 a 1, na noite desta segunda-feira (9), no Estádio Moisés Lucarelli, pela nona rodada, deixou a Ponte Preta na zona de rebaixamento do Campeonato Paulista. Após o apito final, parte da torcida da Ponte Preta iniciou um protesto que culminou na tentativa de invasão do vestiário. Na confusão, sete policiais ficaram feridos, mas ninguém foi preso.


Em nota, o Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep), da Polícia Militar, disse que usou "munição química e de borracha" para dispersas um grupo. Os policiais foram alvos de pedradas e rojões e sofreram ferimentos leves. De acordo com a corporação, os feridos não ficaram hospitalizados.


As cobranças e revoltas começaram quando Ytalo marcou o segundo gol da equipe de Bragança Paulista aos 26 minutos do segundo tempo. Alguns torcedores da Ponte começaram a deixar o estádio e quem ficou passou a chamar o time de "sem vergonha" e criticar a diretoria. A tensão aumentou quando soou o apito final e as pessoas começaram a se aglomerar na porta que dá acesso ao vestiário.


Esta foi a quinta derrota da Ponte Preta em seis jogos sem vencer. A última vitória do time foi no dia 30 de janeiro ao bater o Corinthians por 2 a 1, no Moisés Lucarelli. A Macaca tem sete pontos e ocupa a terceira posição do Grupo A do Paulistão e corre sérios riscos de cair para a Série A2 estadual. Faltando três jogos para o término da primeira fase, a equipe faz o dérbi de Campinas contra o Guarani, na próxima segunda (16), às 20h, no Brinco de Ouro, pela 10ª rodada.




Fonte: Bahia Notícias

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087