Vereador reclama sobre prazo de PLs do Executivo e diz: "Transforma essa Casa em subprefeitura"




O tempo estimado para entrada e apreciação dos projetos de leis enviados pela Prefeitura de Petrolina foi alvo no discurso do vereador Gilmar Santos (PT). "Já tratamos isso várias vezes e continuamos", destacou o edil sobre o curto espaço para que comissões e demais vereadores possam analisar os projetos e dar os pareceres. O projeto entrou na tarde de ontem na Casa e seguiu para apreciação com pedido de "urgência urgentíssimo".


O vereador chamou a atenção para os projetos de números 017, 018 e 019/2021 de autoria do Executivo que foram encaminhados para os vereadores na tarde de segunda-feira (21) e após pouco mais de dez minutos já estavam em pauta para votação nesta terça-feira (22). "Os três projetos de leis, os vereadores tiveram (apenas) 11 minutos para estudar, avaliar e se posicionar. Eu tenho certeza que a Comissão de Justiça e Redação não foi notificada, comunicada em tempo, o que é uma falta de respeito com a Comissão, com essa Casa", declarou.


Gilmar Santos afirmou que a Câmara de Vereadores de Petrolina seria uma extensão do Executivo Municipal. "O Poder Executivo como tem a maioria aqui, transforma essa Casa em 'subprefeitura'. E o povo de Petrolina que se dane, que engula. Eu gostaria muito que os senhores defendessem essa Casa mesmo estando alinhados ao governo municipal, mas parece que os senhores não tem assumido esse compromisso", concluiu.


A declaração do vereador ocorreu durante sessão ordinária desta terça-feira (22) na Casa Plínio Amorim.


Iana Lima Jornalista

Comente e Compartilhe!